O que é e porque emitir o CT-e

O CT-e foi uma das inovações resultante das constantes evoluções tecnológicas que aconteceu no setor de transporte nos últimos anos. Com a constante evolução do ramo e novos investimentos que auxiliam no crescimento da área, novos formatos vem sendo implementados a favor de trazer facilidade e eficiência.

As seguradoras e corretoras de veículos precisaram se adaptar e incorporar ao cotidiano as novas tendências de mercado. Assim, dentro dessas novas oportunidades, é possível tornar seu negócio ainda mais rentável e produtivo. Por isso, é importante a constante atualização sobre o que surge dentro do setor, mostrando-se sempre alerta perante a novos formatos e leis.

O CT-e é uma das novidades que aconteceu no setor de transportes. O documento obrigatório trouxe aos motoristas e corretoras um novo tema a ser abordado, facilitando assim a relação entre ambos.

Nesse artigo, vamos abordar o que é o CT-e e o porquê sua emissão tornou-se necessária e indispensável!

O que é CT-e

CT-e é a sigla para Conhecimento de Transporte Eletrônico. O documento fiscal eletrônico regulamenta e acompanha a prestação de serviços de transporte. O CT-e tornou-se um documento obrigatório no Brasil para qualquer carga que circula no país.

O CT-e possui validade em todo território nacional e deve ser apresentado durante as fiscalizações em estradas e rodovias. Enfim, o documento é utilizado para comprovações fiscais. Ou seja, em operações de transportes ou fretes, seja em modalidades ferroviárias, aéreas, rodoviárias, dutoviárias e aquaviárias, é importante a apresentação do documento.

Como e onde emitir o CT-e

Armazenado apenas eletronicamente, o CT-e é emitido online e existe apenas em ambiente virtual. Por isso, sua principal função é documentar a atividade de transporte, focando inteiramente em fins lucrativos.

Para que as empresas consigam emitir o CT-e é necessário que sigam algumas normas do Sefaz. Por isso, o primeiro passo é estar cadastrado na Secretaria da Fazendo do Estado estabelecido para a emissão do documento. Porém, é importante destacar que a empresa deve ser credenciada também em todos os estados que irá atuar com a emissão de CT-e. Além disso, é importante que a empresa possua um Certificado Digital de acordo com o seu CNPJ.

Vantagens do documento

Com o objetivo de facilitar os envolvidos com transportes, o CT-e traz vantagens para transportadoras e contratantes desses serviços. O documento se tornou uma exigência, assim, por ser totalmente digital, transforma a burocracia um pouco mais leve e simplificada.

É importante que quem trabalha com o transporte de cargas no dia a dia entenda os benefícios que o Conhecimento de Transporte Eletrônico oferece a partir de sua emissão. Dos detalhes mais simples, como a redução de gastos com impressão (visto que o documento é eletrônico) até o incentivo a modernização das empresas, o CT-e promete agilidade e facilidade.

A redução de gastos com armazenagem de documentos fiscais e otimização de espaços físicos (onde os arquivos em papel seriam guardados) também são vantagens atreladas ao CT-e. Além disso, o documento permite agilidade e segurança durante as fiscalizações.

 

Se você possui dúvidas sobre termos e documentos relacionados ao transporte de cargas, a Setor Seguros pode te ajudar! Somos uma corretora especializada no ramo e oferecemos os melhores serviços para o transporte de sua carga. Assim, garantimos também os melhores seguros e apólices para seus veículos.

Entre em contato com a Setor Seguros e saiba mais sobre o CT-e!



Deixe uma resposta